Edson Godoy

Quem é o maior colecionador de videogames do mundo?

1280 720 ED!

Quem não sonha em ser o maior colecionador de videogames do mundo? Possuir todos os jogos caros e raros daquele console ou consoles que você mais gosta. Ter aquele gameroom ajeitado, decorado, pronto para você chegar e jogar, receber os amigos ou simplesmente ficar admirando. E a esposa ou marido apoiando tudo isso? Utopia? Talvez para alguns.

E já aviso que não estou falando de Alex Mamed, Edson Godoy, Tiago Hungria, Giovani Gandelim, Ricardo Wilmers ou do Dinofauro. Não me entendam mal, temos ursões de respeito e amantes de felinos nessa lista, inclusive detentores de recordes oficiais e tal. Mas eu estou falando de um cara que levou a coleção ao extremo, que literalmente colocou a vida em risco por ela. Ele não tem um quarto de jogos, ele construiu uma casa praticamente inteira para abrigar o que eu penso ser a melhor e maior coleção de arcades, computadores e consoles de todos os tempos. Estou falando de Joel Hopkins, no youtube conhecido pelo canal Last Gamer. Um australiano que tem tudo isso e muito mais.

Fico surpreso que o canal Last Gamer tenha “apenas” 46 mil inscritos. Realmente não sei explicar a razão desse número, talvez seja o inglês australiano que é meio difícil de entender, ou simplesmente “inveja das inimiga”. É um canal antigo, foi criado em 2010 e já passou por muitas fases diferentes. Que eu me lembre ele já deletou todos os vídeos do canal pelo menos uma vez. Já se envolveu em tretas boas com a Nintendo e Microsoft. O caso da Microsoft foi algo surreal. Mesmo antes dessa mega construção atual, ele nunca sofreu por falta de espaço. Chamar os amigos para uma jogatina em rede na própria casa, era algo normal para ele. Em certa ocasião ele tinha tantos xbox360 conectados ao mesmo tempo, que a Microsoft pensou que ele era um hacker com consoles modificados e baniu a conta dele da Live. Muitos acessos de um mesmo IP talvez? Sei lá, mas o cara ficou bravo e no final das contas recebeu um pedido de desculpas formal da Microsoft e teve a conta restaurada.

Já a Nintendo meteu um strike no canal dele por ter feito um review do Switch antes do lançamento oficial. Histórias não faltam. Na casa atual dele, onde está rolando essa mega construção para os games, ele fez a prefeitura modificar a instalação elétrica da rua para suportar a consumo de energia de pico que todas as máquinas de arcade ligadas juntas vão gerar. Problemas.

Lá no comecinho eu falei que ele arriscou a própria vida pela coleção lembra? Em julho desse ele sofreu um ataque cardíaco enquanto trabalhava na reforma da casa. Joel não é apenas um colecionador, o cara coloca a mão na massa literalmente, desde levantar paredes, passando por instalações elétricas e pintura. E não é só isso, ele também reforma gabinetes de arcade, repara a eletrônica de consoles, manja de mecânica de carros e claro, coleciona carros. Tem um outro canal chamado Last Driver só para isso. Entre os carros mais icônicos ele tem um Kitt do Night Driver. Night Driver? Que burro, Knight Rider.  Ah e recentemente ele se desfez de uma coleção gigantesca de Star Wars. Se desfez é modo de dizer, ele doou a coleção inteira para a Jess, que é uma mistura de amiga e assistente que ajuda ele em tudo. Sim, ela é gatinha e não, não é amante dele. O Joel é casado, tem um casal de filhos e a menina se chama Zelda.

A pergunta mais óbvia é o que esse cara faz da vida para ter tanto dinheiro para uma coleção tão grande? Mistério. Ele nunca falou exatamente de onde veio a fortuna dele. Mas eu acredito que seja uma mistura de mercado de ações com negociações de imóveis. Qualquer que seja a origem, o fato é que a coleção dele é digna da admiração de qualquer pessoa apaixonada por videogames. São muitos sets completos de praticamente todos os sistemas mais conhecidos e desconhecidos, incluindo todas as regiões e variações de consoles, acessórios e material de imprensa e colecionáveis. É de babar, e está oficialmente registrada no livro mundial de recordes, o Guinness.

Convido todos vocês a conhecer o canal Last Gamer do Joel Hopkins, peguem uns snacks e algo para beber, alcoólico de preferência. Vai precisar, especialmente depois de assistir os game room tours dele. Depois voltem aqui e deixem nos comentários o que acharam do que viram, beleza?

Esse foi o post do dia 24 de agosto de 2018. Aqui no Aperte Start tem post todo dia. Não deixe de seguir o Aperte no insta @apertestartoficial e de se inscrever no nosso canal no youtube para não perder nada. Até amanhã!