Posts By :

Dan

Dan

História dos jogos cancelados para Sega Mega Cd e Sega 32x.

1280 720 Dan

Fala pessoal tudo bem? Olha eu aqui novamente…

Faz um bom tempo em que eu não publico nada, mas hoje trazendo curiosidades sobre tais jogos na qual foram cancelados para Mega Cd/ Sega Cd e 32X.

Mas irei comentar só alguns deles, pois se fosse falar sobre cada um, eu teria que criar uma mini revista para falar de tudo hahaha!  Vamos lá?

Alguns títulos até me corta o coração só de saber do seu cancelamento, pois só de ver certos nomes fico imaginando como seria sua existência na qual podendo estar jogando hoje.

Começamos então falando sobre:

Morphs: Flashback 2 – Mega CD / Sega CD.

É a sequência cancelada do jogo original desenvolvido em 1992 pela Delphine Software do nosso famoso Mega Drive.  Flashback 2 teria sido um jogo de plataforma 2D cinematográfica sci-fi e este novo capítulo foi planejado para o grande  Genesis / Mega Drive Mega CD add-on. Por algumas razões, a Delphine era grande fã da Sega Mega Drive, contou Paul Cussiet (criador de Flashback) para a revista Retro Gamer n°118: “ A melhor versão para mim é a versão para Mega Drive. O jogo foi criado para esta plataforma “.

O Flashback 2 nunca foi oficialmente anunciado pela Delphine, mas pudemos reunir alguns detalhes sobre essa sequência perdida graças a Thierry Levastre , um desenvolvedor francês que trabalhou na Delphine como artista 2D / 3D por muitos anos. Thierry nos disse que a equipe Flashback começou a trabalhar no Flashback 2 depois que o primeiro foi lançado, mas apenas um rascunho inicial de sua história, intro do jogo e uma curta animação de um mech foram feitos antes do projeto ser cancelado .

Inicialmente parece que a Delphine decidiu se afastar dos jogos de ficção científica e começou a trabalhar em uma nova aventura de fantasia medieval chamada “ Dragon Blade ” e um novo jogo de corrida intitulado “ Enduro Rider ”, que mais tarde foram escolhidos pela BMG Interactive para serem publicados. para PC e Playstation nos EUA. Depois de muitos anos de desenvolvimento, Dragon Blade evoluiu para Darkstone: Evil Reigns (finalmente publicado em 1999 ) e Enduro Rider provavelmente se tornou  Moto Racer (finalmente publicado em 1997).

Podemos especular que Delphine teve alguns problemas internos de desenvolvimento com Dragon Blade e Enduro Rider, pois eles logo ressuscitaram sua sequência de Flashback para trabalhar novamente nessa ideia. Eles eliminaram suas clássicas animações gráficas 2D e rotoscopadas, para investir seus esforços na criação de um mundo totalmente 3D . No final, o projeto evoluiu para “ Fade to Black ”, a sequência 3D oficial do Flashback lançada em 1995 para PC e Playstation. Até onde sabemos, a história inicial planejada para o Flashback 2 foi adaptada e reutilizada para o Fade to Black.

É interessante notar que Delphine também trabalhou no terceiro capítulo cancelado de Flashback , intitulado “ Flashback Legends ”, em desenvolvimento para o GBA no início dos anos 2000. Infelizmente a Delphine teve que fechar as portas em 2002 por falência.

Europe Racers – Mega CD / Sega CD

European Racers é um jogo de corrida para IBM PC lançado em 1993. Na qual o mesmo seria portado para o Mega-CD da Sega em 1994, mas, apesar de ser anunciado na América do Norte, nunca foi lançado.

Revell-Monogram anunciou o lançamento do European Racers, o primeiro título em sua revolucionária nova linha de software Power Modeler para junho de 1994. A versão Sega CD de European Racers foi planejada para ser lançada no final do ano e seria publicada pela Dreamers Guild.

O jogo falava de ser um  simulador de condução que poderia ser jogado com qualquer um dos quatro pilotos europeus como Porsche 911 Slant Nose,  Bugatti EB110 turbo,  Italdesign Nazca M121 e o Lamborghini Countach, e começa com uma corrida desafiadora, excitante e realista. através das estradas secundárias da Europa, desviando dos obstáculos e às vezes fugindo da polícia para chegar a uma das quatro pistas: a Zurich Switchback, Sicilian Jackknife, Barcelona Corkscrew  e  Stuttgart Screamer. Se os jogadores chegarem na pista a tempo, antes de ficarem sem gasolina ou incorrerem em muitos danos ao carro, eles enfrentarão cinco competidores na tela, em uma corrida repleta de ação de cinco voltas.

Segmentos de vídeo aleatoriamente selecionados aparecem ao longo do jogo, apresentando um policial, um membro experiente da tripulação, um apresentador de esportes, um guardião esperto, um atendente de posto de gasolina e uma rainha da beleza admiradora, para adicionar emoção e realismo incomparável.

Anúncio impresso em Sega Visions (EUA) # 15: “Outubro / Novembro de 1993”

Os jogadores podia até  modificar seu carro, antes e durante a corrida, para mudar seu desempenho em resposta a condições meteorológicas e de estrada geradas aleatoriamente. As modificações incluem alternar entre a transmissão automática ou  manual, e selecionar entre cinco configurações de asa ou spoiler e três opções de pneus. Os jogadores também teria que determinar com quanto combustível começar a corrida e se devia ou  não reabastecer  para  não correr o risco de terminar o jogo.

Para tornar o jogo o mais realista possível, as especificações técnicas de cada carro foram incorporadas ao jogo para simular o desempenho real de cada um dos carros esportivos europeus

Pop´N Land – Mega Cd / Sega Cd

Pop’n Land é um jogo de ação de rolagem lateral que também foi outro na lista dos cancelados para o Sega Mega CD, provavelmente desenvolvido por Takeru (como você pode ler no GDRI ) e publicado pela editora Sur De Wave de Takeru . O jogo adicionou um sabor de RPG à sua jogabilidade, permitindo que os jogadores costumizar seu herói. Na verdade, você poderia ter atribuído 16 opções diferentes para a cabeça, corpo e arma, permitindo 4.096 combinações diferentes, algumas outras úteis totalmente sem valor. Pop’n Land tinha 15 fases fofas e coloridas, cada uma com um chefe único. O jogo nunca foi lançado por razões desconhecidas.

Nem tudo foi perdido, porque uma faixa de música Pop’n Land “Pleasant Companions” composta por Yoshitsugu Yokoyama e organizada por Issei Asaoka está incluída no Super Mega Drive Fan – Mega-CD Super Music Collection Vol.1.

The Strangers – Mega Cd / Sega Cd

The Strangers seria um jogo de luta de um para um baseado em personagens de quadrinhos de Malibu (mais três novos personagens feitos especificamente para este jogo). No EGM edição 59 há uma pequena pré-visualização do jogo em um estado muito inicial. The Strangers provavelmente nunca foi lançado porque o desenvolvedor, Malibu Interactive, fechou por volta de 1994 (a previsão é de meados de 1994)

Esse seria na verdade muito cômico:

Hammer vs. Evil D. in Soulfire Mega Cd / Sega Cd

Um jogo de ação cancelado baseado no MC Hammer , um rapper americano mais popular no final dos anos 80 até meados dos anos 90. Quem lembra de uma das musicas suas mais famosa U Can’t Touch This! O jogo estava em desenvolvimento pela GTE Entertainment e teria sido publicado pela Sega para o seu add-on Mega CD para o Genesis / Mega Drive, mas por algumas razões, nunca foi lançado.

Nós nem sabemos muito sobre a jogabilidade “Hammer vs. Evil D. in Soulfire” e apenas um pequeno vídeo pode ser visto nos vídeos abaixo (segundo às 03:45). Se você conhece alguém que trabalhou neste jogo, por favor nos avise!

Bom, falaremos um pouquinho agora dos títulos do 32X.

Castlevania “The Bloodletting”. – Sega 32x

Como podemos ler no Castlevania Wiki , Castlevania: The Bloodletting é um jogo Castlevania cancelado que foi planejado para ser lançado para o console Sega 32X. Um único sprite para três personagens e isso foi tudo. O que tinham deste jogo. Através de entrevistas posteriores com Iga, foi revelado que o jogo se destinava a apresentar Richter Belmont, Maria Renard e um rival para Richter, na qual não foi revelado.

Embora anunciado para o Sega 32x (incluindo dois relatados com sua screenshots), jogo foi surgir apenas como, Symphony of the Night que foi anunciado para o PlayStation.

A Konami naquele tempo mostrou alguns projetos para algumas grandes franquias, com Parodius, e Dracula X para o SNES. E no meio havia também Castlevania: The Bloodletting, um novo Castlevania, que estava sendo planejado para o 32X. No entanto, a equipe que trabalhava neste jogo acabou sendo engolida pela equipe do Symphony of the Night, e Bloodletting não existia mais.

“E para quem não sabe, esse Castlevania seria uma continuação de “ Rondo of Blood” do famoso Pc Engine.”

Lembram quando falei que coração até apertava sabendo de tais títulos cancelados?, pois bem esse aqui é um deles.

Caso queiram saber mais sobre a historia do Castlevania Bloodletting, recomendo acessar a página no link: http://www.vgmuseum.com/mrp/2/canceled-page2.htm

X-Men: Mind Games – Sega 32x

X-Men: Mind Games é um jogo de ação cancelado que estava em desenvolvimento pela Scavenger e teria sido publicado pela SEGA em 1995/1996 para o 32X. O jogo foi exibido na E3 1995 e uma demo jogável foi encontrada e vazada pela comunidade Sega Saturno em agosto de 2009!

Esta versão só pode ser reproduzida através de hardware real (edit: agora suportado pelo Kega Fusion) e é um protótipo inicial com um par de níveis. Um espelho do beta vazado pode ser baixado no Hidden Palace.

Bom, o próximo de fato alguns vão ficar espantados, principalmente nosso amigo @Godoy do VGDB.

Soulstar – 32x / Jaguar Cd

O Soulstar foi um jogo de Mega-CD criado pela Core Design e, após seu lançamento, duas conversões separadas foram planejadas. Um era uma porta para o CD do Jaguar, sob o mesmo nome, enquanto o outro era uma versão atualizada para o 32X, sob o nome de Soulstar X. No final, nenhum deles foi lançado.

Bom galera e isso ae!, queria poder relatar e comentar mais sobre os títulos, porém ficaria na verdade muito extenso, até como havia dito antes, então paro por aqui e deixo a vocês uma vasta listagem abaixo dos títulos cancelados:

 

MEGA CD / SEGA CD

Captain Commando

Citizen X

Indiana Jones  – and the fate of Atlantis

Burning Fists

Monkey Island 2

Sister Sonic

Penn and Tellar´s

Battletech

Europe Racer

Flashback 2

Hardcore

The 4th Unit: Merry Go Round

Bug Blasters: The Exterminators

 

SEGA 32X

Fractal Racer

X-Men mind games legion

Jet Ski Rage

Phankeeh Akkshun!

Ratchet and Bolt,Saban’s

Virtual Hamster

Alien vs Predator

Timmy Time

Heavy Machinery

32X-Treme

Adventures of Hollywood Spot, The

Alien Trilogy

Alone in the Dark 2 32X CD

Apache
Batman Forever

Castlevania the Bloodtletting
Casper
Clay Fighter 2
College Basketball
College Basketball’s National Championship Hosted By Billy Parker
Converse City Ball Tour
Ecco The Dolphin
Golf
Hoops
Izzy’s Quest for the Olympic Rings
Judge Dredd
Kingdom: Far Reaches
Midnight Raiders 32X CD
NBA Action ’96
NFL Trivia Challenge
Power Rangers 32X CD
Primal Rage 32X CD
Prime Time NFL Football
Race Drivin’
Ratchet & Bolt
RayMan
Revolution X
Shadow Of Atlantis
Shell Shock
Soul Star X
SPOT
Spot Goes to Hollywood
Street Fighter: The Movie
Surgical Strike
Thunderhawk 2
Tom Cat Alley Deluxe
Virtua Hamster
Virtual Golf
VR Troopers
Wing War

Então é isso galera espero que tenham gostado.

Forte abraço e até mais.

Dan.

Curiosidades do famoso game “Summer Carnival’92: Recca” para Famicom

1280 720 Dan

Eu como grande fã de Nintendo 8-bits (NES), nosso famoso nintendinho, não tinha como não falar desse jogo. Hoje vou falar sobre um pequeno segredo desse grande título Summer Carnival 92´: Recca, ou simplesmente Recca.

Desenvolvido pela KiD e publicado pela Naxat soft, foi lançado em 1992. Recca é jogo de navinha, também conhecido como shoot-em-up ou Shmup. No ano de 1992 também chegou ao mercado o Super famicom, e assim esse título não foi muito popular naquele tempo, mas hoje é conhecido pelos grandes colecionadores como mosca branca, pelo fato de ser um game caro e  extremamente raro, e que foi feito especificamente para um torneio chamado Summer Carnival ’92 no Japão. O jogo não chegou a ser lançado nas lojas, e pelo visto poucas cópias foram feitas.

Recca colocou o hardware NES nos seus limites absolutos, pois o jogo é realmente rápido, rodando 90 sprites por segundo, sendo um jogo de console mais rápido que os shoot-em-ups de Arcade naquele tempo. Ou seja quando você joga Recca você deixa de respirar, caso contrário você morre. 

É pura ação intensa o tempo todo, uma partida não dura nem 3 minutos e Recca não faz concessões. O objetivo realmente não é vencer o jogo, mas sim sobreviver o maior tempo possível. Sua grandiosa trilha sonora torna o jogo mais envolvente, e até hoje é considerado um dos games mais difíceis da história. Os amantes de músicas eletrônicas (até das mais antigas como eu) provavelmente irão amar o game.

Mas a curiosidade de Recca, é que seu compositor Nobuyuki Shioda exerceu grande influência em Manabu Namiki (outro compositor) na criação da trilha sonora de um jogo bem famoso entre os amantes de shmups, estamos falando de Battle Garegga.

Em uma entrevista Manabu Namiki diz: “Definitivamente, teve uma grande influência. Não é exagero dizer que o som da Batalha Garegga não existiria sem a Recca. Battle Garegga foi o primeiro jogo em que trabalhei depois de deixar o NMK e me juntar ao Raizing.”

Galera, tem um outro personagem importante envolvido em Recca, um programador chamado Shinobu Yagawa, que trabalhou juntamente com Shioda em títulos como:

  • Laserfight! de 1989 – Login Soft
  • Recca  de 1992 – Naxat Soft
  • Battle Garegga de 1996 – Raizing
  • Armed Police Batrider de 1998 – Raizing
  • Battle Bakraid de 1999 – Raizing
  • Ibara de 2005 – Cave
  • Pink Sweets de 2006 – Cave
  • Muchi Muchi Pork! de 2007 – Cave
  • DoDonPachi DaiFukkatsu: Black Label de 2010 – Cave

E para quem não sabe, Shioda quis realizar a continuação de Recca na sua chegada a empresa Raizing, mas o projeto não foi a frente. No entanto, o Recca foi lançado no console 3DS, dando a mais chance às pessoas de possuí-lo legalmente e sem gastar centenas de dólares. Infelizmente os visuais borrados da emulação não favorecem o jogo e não é tão impressionante na tela pequena, mas é bem jogável.

E agora quando vocês forem jogar Battle Garegga, espero que sempre se lembrem de Summer Carnival 92´: Recca (rs). Quer saber mais sobre esse jogo? Vai lá no VGDB ;)

Até a próxima!
Jamilton Daniel (DAN).

O Universo Cyberpunk de Snatcher

1280 720 Dan

Galera, quem aqui lembra de um clássico chamado SNATCHER? Hoje falaremos um pouco sobre as curiosidades da criação deste grande jogo da Konami, criado e dirigido pelo nosso famoso Hideo Kojima. E falar de SNATCHER é sempre algo muito especial, pois trata-se de um jogo excelente, seja por sua história e trilha sonora espetacular, ou pela ambientação Cyberpunk. Sem contar também o estilo de jogo no qual encontra-se elementos de RPG (Role-Playing Game), elaborado por ações de perguntas e respostas  em um contexto de investigação pura. Podemos dizer que é uma grande obra de arte.

Snatcher é de 1988 e saiu para diversas plataformas e computadores como Sega CD, Playstation, Sega Saturn, Pc engine CD, MSX e NEC PC88. É um título considerado raro e caro. Para ter uma noção do que estou querendo dizer, um Snatcher do Sega CD custa em torno de R$2000, e você leu corretamente, dois mil temers (risos).

Em Snatcher existem alguns pontos curiosos e muitas referências a filmes e jogos. Acima temos o personagem principal Gillian Seed, o caçador de snatchers. O personagem criado por Hideo kojima teve total influência de um filme chamado Blade Runner, de 1982, que tem o ator Harrison Ford como protagonista no papel de Rick Deckard, um caçador de andróides ou replicantes.

Como podem notar, Gillian Seed de Snatcher é a cara de Rick Deckard, a semelhança é inquestionável. Tanto Blade Runner quanto Snatcher, seguem o estilo Neo-noir, um gênero criado nos anos 40 e 50 por Mark Conard, que hoje também é chamado de Cyberpunk. Neo-noir significa “filme escuro”, uma ambientação que remete ao sinistro e ao sombrio. Veja baixo a influência referente aos veículos.

Um snatcher de Snatcher e um ciborgue do filme Terminator de 1985.

Uma das maiores curiosidades de Snatcher, o personagem conhecido como Random Hajile nada mais é que o cantor Sting da banda The Police, no papel de FEYD Rauda Harkonn em 1984, do filme DUNE criado por Frank Herbert. Reparem no seu figurino, como é praticamente a mesma roupa :)

De um lado  Neo Tokyo de Akira, do outro Neo Kobe City de Snatcher, reparem ao fundo os mesmos prédios alaranjados.

E por fim, encerro com esse personagem abaixo, o Presidente de Akira de um lado, e Napoleon de Snatcher do outro.

Espero que tenham gostado galera, essas foram apenas algumas das curisosidades do universo Cyperpunk de Snatcher.  Então nos vemos em breve. Abraços todos!!!

Jamilton Daniel. (DAN)